O fim do homem soviético [1ª ed.] 9788543807973

A ganhadora do prêmio Nobel de 2015 examina o fim da União Soviética. O povo russo assistiu com espanto à queda do Impér

210 40 1MB

Portuguese Pages 1086 Year 2016

Report DMCA / Copyright

DOWNLOAD FILE

O fim do homem soviético [1ª ed.]
 9788543807973

  • Commentary
  • Título original: Время секонд хэнд

Table of contents :
Cronologia — A Rússia depois de Stálin
Observações de uma cúmplice
PRIMEIRA PARTE: O APOCALIPSE COMO CONSOLAÇÃO
Sobre o ruído das ruas e as conversas na cozinha (1991-2001)
Sobre ivan-bobinho e o peixinho dourado
Sobre começar a amar e sobre como deixamos de amar Gorby
Sobre como o amor veio, mas pela janela se viam tanques
Sobre como as coisas se equipararam às ideias e às palavras
Sobre crescer entre carrascos e vítimas
Sobre o que precisamos escolher: uma grande história ou uma vida banal
Sobre tudo
Dez histórias do interior vermelho
Sobre a beleza da ditadura e sobre o mistério da borboleta no cimento
Sobre irmãos e irmãs, carrascos e vítimas… e sobre o eleitorado
Sobre sussurros e gritos… e sobre o êxtase
Sobre um solitário marechal vermelho e sobre os três dias da revolução esquecida
Sobre a esmola das lembranças e sobre a luxúria do sentido
Sobre uma outra bíblia e sobre outros crentes
Sobre a crueldade da chama e sobre a salvação nas alturas
Sobre a doçura do sofrimento e sobre o cerne do espírito russo
Sobre o tempo em que qualquer um que matava alguém pensava estar servindo a Deus
Sobre a pequena bandeira vermelha e sobre o sorriso do machado
SEGUNDA PARTE: O FASCÍNIO DO VAZIO
Sobre o ruído das ruas e sobre as conversas na cozinha (2002-12)
Sobre o passado
Sobre o presente
Sobre o futuro
Dez histórias sem interior
Sobre Romeu e Julieta… mas que se chamavam Margarita e Abulfaz
Sobre as pessoas que rapidamente se transformaram depois do comunismo
Sobre a solidão que é muito parecida com a felicidade
Sobre o desejo de matá-los todos, e depois sobre o horror de ter desejado isso
Sobre a velha com a foice e sobre a moça bonita
Sobre a desgraça alheia que Deus colocou na soleira da sua porta
Sobre a vida que é foda e sobre os cem gramas de um pozinho leve em um vasinho branco
Sobre como nada enoja os mortos e sobre o silêncio do pó
Sobre uma escuridão pérfida e sobre “outra vida, que se pode fazer a partir desta”
Sobre a coragem e sobre o que vem depois dela
Observações de uma cidadã

Polecaj historie